Chá Verde Solúvel, Infusão, Capsulas

Cha Verde e Cha Misto  Promel

Ingredientes: Chá verde, Camellia sinensis Kuntze – folhas.

 Apresentações:
Caixa  – 100 g  –  CÓD.: 0150
Registro:

“Produto dispensado de registro conforme RDCAnvisa: 278/05”

Possui  fórmula 100 % natural.
Estudos científicos demonstram que os componentes bioativos do Chá Verde (Camelia Sinensis) são importantes fontes de estímulo metabólico natural com efeito diurético, eliminando as toxinas no organismo e  bloqueando  gorduras ingeridas. Estudos demonstram que o extrato de chá verde pode aumentar a utilização de energia (efeito de termogênese), e outros benefícios para o organismo.

Crianças, gestantes, idosos e portadores de qualquer enfermidade, consultem médico e/ou nutricionista.

Consumir este produto conforme a Recomendação de Ingestão Diária constante da embalagem.

Chá Verde

O chá verde é feito a partir das folhas de Camellia sinensis, as mesmas folhas de que é feito o chá preto, a única diferença é que o chá verde utiliza folhas menos oxidadas. O verdadeiro significado do termo chá é a bebida feita pela infusão de folhas de Camellia sinensis, e somente dessas folhas, apesar do termo hoje em dia, ser utilizado para descrever qualquer infusão de folhas e frutas.

O consumo de chá verde aumenta a proporção do bom colesterol (HDL) em relação ao mau colesterol (LDL).

Contem manganês,potássio, ácido fólico e as vitaminas C, K, B1 e B2.

A planta, como ela é… cha verde beneficios

Planta perene, do tipo arbustiva, a Camellia sinensis pertecente a família das Teáceas (Theacea). Originária do sudeste asiático, a planta produz economicamente por mais de 50 anos. No Brasil o arbusto é cultivado principalmente na região do Vale do Ribeira, no Estado de São Paulo, onde é utilizado para fazer chá preto.

A propagação da planta se dá preferencialmente pela via vegetativa, ou seja, por meio de estacas. A estaca para reprodução deve possuir uma folha desenvolvida e sua respectiva gema auxiliar com 3 a 4 cm. A extremidade do ramo deve ser cortada em bisel, isto é, na diagonal.

As folhas mais jovens e os gomos da Camellia sinensis – parte da planta utilizada na produção do chá comercial – são cobertos por uma fina cobertura branca e sedosa, semelhante a uma penugem que, mais tarde, desaparece. Ao que se sabe, é esta cobertura que dá origem ao nome pelo qual é conhecido o gomo terminal: “pekoe”, da palavra chinesa pak-ho, que significa cabelo ou penugem.

As flores da planta são pequenas, brancas, geralmente com 4 ou 5 pétalas, aromáticas e aparecem nas axilas das folhas em grupos de 2, 3 ou 4. O fruto é uma cápsula com 2 ou 3 cm de diâmetro. Dada a grande dispersão que a planta sofreu desde o início do seu cultivo até aos nossos dias e a livre hibridação entre os vários tipos geográficos, não tem sido fácil para os botânicos a descrição das variedades existentes.

E para quem pretende saborear esta bebida, vale lembrar: até a simplicidade do chá não dispensa alguns pequenos cuidados especiais. Recomenda-se guardá-lo bem acondicionado em local fresco e seco e, na hora do preparo, passar água fervente no bule e nas xícaras Para o chá verde, especialistas aconselham que a água esteja um pouco abaixo da fervura e, de preferência, nada de acrescentar açúcar. Preparar a bebida é simples: faça uma infusão com uma colher de sopa rasa da erva para cada xícara de água “quase” fervente.

“O Ministério da Saúde adverte: Este produto não é um medicamento, mas é um alimento”. “Consumir este produto conforme a recomendação de ingestão diária constante da embalagem.  Gestantes, nutrizes e crianças, idosos, e portadores de enfermidades devem consultar  o médico e ou nutricionista.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *